Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

bocadinhosdevida

Neste espaço escrevo. Escrevo apenas. Escrevo porque gosto desde que me conheço. Quero entreter com uma linguagem simples, partilhando algumas situações do meu dia a dia ou recordações. O que for.

bocadinhosdevida

Neste espaço escrevo. Escrevo apenas. Escrevo porque gosto desde que me conheço. Quero entreter com uma linguagem simples, partilhando algumas situações do meu dia a dia ou recordações. O que for.

A rádio

AlFernandes, 31.03.20

10530511_743890722336957_7605369570075319915_o.jpg

Quem se lembra de ouvir rádio nos anos 80? Eu lembro-me. Mas ainda me lembro melhor de quando fazia. Não havia computadores para ajudar. As notícias saiam no telex e eram trabalhadas na máquina de escrever. Eu combinava a escola, o desporto e a rádio ao fim de semana. Tinha dois programas ao fim de semana, para além de assegurar a informação. Nesta altura era quase tudo analógico, pouco de digital. Não havia computadores para facilitar o caminho. Eu morava em Faro, e tinha de apanhar o primeiro autocarro da manhã para assegurar o primeiro noticiário. Depois, fazia o que se faz com os pc's ou desktop. Punha a máquina de escrever na mão, e para não perder tempo ia para o café Olho d'água bater nas teclas enquanto comia um cachorro e preparava o próximo noticiário o das 13 horas. Desde já agradeço ao Francisco Gouveia e à Fernanda por me deixarem monopolizar uma mesa e fazer imenso barulho a teclar. Quase que consigo ouvir os pensamentos das pessoas: grande maluca, anda com a máquina atrás... Longe de pensar que hoje é super banal faze-lo com os desktop. Nesta e noutras coisas estava á frente.

Fui sempre continuando a fazer rádio, até ha pouco tempo atrás. Agora podes fazer tudo em casa e depois mandar para a rádio para ir para o ar. Muito prático, mas com um pouco menos de adrenlina.

Tenho outros momentos radiofónicos que gostava de partilhar. Mas hoje, voltei para o trabalho e não me restou muito tempo para poder construir um bocadinho mais estruturado. Tenho mais uns bocadinhos interessantes que gostava de partilhar. Ficam para depois.

Agora vou por o sono em dia, porque hoje não dormi quatro horas. Até.