Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

bocadinhosdevida

Neste espaço escrevo. Escrevo apenas. Escrevo porque gosto desde que me conheço. Quero entreter com uma linguagem simples, partilhando algumas situações do meu dia a dia ou recordações. O que for.

bocadinhosdevida

Neste espaço escrevo. Escrevo apenas. Escrevo porque gosto desde que me conheço. Quero entreter com uma linguagem simples, partilhando algumas situações do meu dia a dia ou recordações. O que for.

Mas o que é que eu fiz?

AlFernandes, 27.03.20

received_1224939770898714.jpeg

Esta é a focinheira do meu cão quando faz asneira e é repreendido.

Já faz alguns meses mas recordo-me que tirei esta foto quando estava a falar com ele sobre o que tinha feito. E foi o quê? Nada mais, nada menos, que uma das suas asneiras preferidas assim que tem oportunidade. E a oportunidade foi a porta da casa de banho aberta. Escusado será dizer que, como qualquer cão que se preze, abriu o balde do lixo, mas foi apanhado antes da grande porcaria. Decidi então ter uma conversa de amiga para amigo, e embora não fale a sua língua (canês), sei que ele compreendeu o que disse. Mas do compreender ao não voltar a fazer vai uma grande distância.

Quem vive com animais de estimação sabe que é assim. Por exemplo, o meu gato preto adora ir para a banheira e deixar tudo patinhado e a mini gata adora afiar as unhas em cadeiras. Cada um com a sua preferência.

Bem, pelo menos o peixe não consegue (nem pode) sair do aquário. Mas também que asneiras pode um peixe fazer?

Até.

 

2 comentários

  • Imagem de perfil

    AlFernandes 30.03.2020

    Boas, o objetivo é precisamente desviar a atenção temporáriamente daquilo que mereçe a nossa atenção permanente. Espero que continue a ler estes bocadinhos. Muito obrigada. Fico feliz por entreter.
  • Comentar:

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.